skip to Main Content
Menu
cicle_sinfonia

SINFONIA PARA TODOS

A primeira ação idealizada em conjunto com o Pacto do Rio será “Sinfonia para Todos”, que consiste na realização de um projeto que conjuga a interação entre uma orquestra sinfônica e movimentos culturais na região de Manguinhos, absorvendo iniciativas já existentes na comunidade e proporcionando um espaço que possibilite diálogo e encontro entre os diferentes segmentos culturais.
O processo será conduzido pelo artista Holandês Merlijn Twaalfhoven, premiado pela UNESCO por promover o diálogo intercultural em zonas de conflitos no mundo. Toda a curadoria, produção e realização deste evento serão feitas de maneira horizontal, contando com as contribuições artísticas do maestro e dos artistas de Manguinhos, aliando a música clássica com a cultura original e popular oriunda da comunidade, nos elementos de percussão, samba, funk e passinho.
O Projeto culminará com duas grandes apresentações, com acesso gratuito.

Festivais

PROJETOS FESTIVAIS DE INVERNO

Durante duas semanas, entre os meses de junho a agosto, algumas cidades da Regiao Serana do Rio de Janeiro se tornam palcos para  inúmeras apresentações de concerto de música clássica e popular, apresentações de grupos de dança e teatro. Além das palestras com conteúdo educativo, que tem como objetivo debater sobre variados assuntos referentes à cultura artística.

Petrópolis foi a  primeira cidade  que aconteceu o 1º Festival.  Em 1998, e desde então, todos os anos os locais históricos e culturais, como Palácio de Cristal, Museu Imperial, Casa do Ipiranga, Solar do Império; e os espaços  como Teatro Municipal Paulo Gracindo, Praça da Liberdade e Teatro Dom Pedro se tornam palcos para o Festival.

Os ingressos, para todas as apresentações, são à preço populares. Estudantes da rede pública de ensino, organizações não governamentais e alunos de escolas de músicas recebem seus ingressos gratuitamente.

Na cidade de Friburgo, todos os ingressos são gratuitos. As principais apresentações tem sido no Teatro Municipal, no Country Clube, no Centro de Artes, entre outros.

cicle_ciclo

PROJETO CICLO SCRIABIN

O Instituto Dell’Arte tem na gestão de carreiras e no encaminhamento profissional de jovens instrumentistas um dos seus pilares programáticos. Nesta linha, em colaboração com a Sala Cecília Meireles, também sensível para as oportunidades aos novos talentos, programou o Ciclo Scriabin onde esta brilhante nova geração exporá a força e beleza da obra deste grande artista.
Acompanhe a programação em dellarte.com.br/scriabin
Companhia Brasileira de Ballet

PROJETO CIA BRASILEIRA DE BALLET

A Companhia Brasileira de Ballet é um projeto didático-social idealizado para revelar novos talentos e inseri-los no mercado profissional de dança. Nos anos de 2001 a 2013, mais de 50 bailarinos da CBB foram selecionados para as tradicionais companhias de dança, como o Theatro Municipal do Rio de Janeiro, o Bolshoi, Miami City Ballet, San Francisco Ballet, Washington Ballet entre outros.

Sediada no Rio de Janeiro, a companhia é dirigida pelo coreógrafo Jorge Teixeira. É composta por 30 bailarinos profissionais, além de 27 jovens, entre de 12 a 19 anos que estão em formação.

A parceria  iniciada com a empresa em 2005 seguirá com o instituto, inicialmente, nos mesmos moldes, ou seja: baseada na organização institucional que possibilita a CBB participar dos programas públicos de incentivo cultural, além da abertura de pautas nos teatros e festivais de inverno promovidos pela dell’arte.

PROJETO EMBAIXADORES DA ESPERANÇA

Criado no intuito de servir de canalizador da divulgação de experiências de artistas já afirmados na profissão para os mais jovens ainda em processo instrutivo, o projeto do Instituto Dell’Arte visa criar oportunidades de diálogo e troca de experiências entre artistas já engajados em suas profissões com alunos de escolas de música e dança, principalmente, ainda frequentando os processos de formação em escolas e academias. Partindo do pressuposto de que a aprendizagem baseada no compartilhamento de experiências estimula o desenvolvimento da prática reflexiva, o Instituto busca otimizar as experiências dos artistas e companhias de passagem pelo Brasil para enriquecer e alentar as futuras práticas profissionais dos mais jovens.

Orquestra Mariuccia Iacovino

PROJETO ORQUESTRA MARIUCCIA IACOVINO

Esse projeto foi criado em parceria com a ONG “Orquestrando a Vida”, sediada em Campos, no norte fluminense. A parceria nasceu em 2008 para apoiar a formação musical de cerca de 85 jovens, entre 10 a 19 anos.

Em princípio, o instituto dará continuidade às ações iniciadas pela empresa como o apoio estratégico para o fortalecimento do projeto através do assessoramento para captação de recursos e prestação de contas dos investimentos captados por leis de incentivo. O instituto realizará também um intenso trabalho de relações institucionais para dar visibilidade à iniciativa e conquistar novos parceiros. Além de manter investimentos financeiros e operacionais para promover espetáculos da Orquestra em situações especiais.

.

Back To Top